Eu sou o rei, pá, o rei!"
[Outro: Vilão]
'Tou-te a dar farpas [Letra de: "Farpas"]
[Intro: Vilão]
'Tou-te a dar farpas
'Tou-te a dar farpas, farpas
[Verso 1: Vilão]
Latas na backpack, tags em fat cap
Eu nunca ouvi rap weck, era só boombap fat
Não pensava em cheques, na época de phones e snapbag
Arnette e um Jack [bad?] agora é só jet lag
No backstage, sempre quis fins sem ter os meios
E se tu finges traz patins ou tinjo-te esses paleios
Sem rodeios nem roadblocks, vim só p'a dar despesa
Então tu paga aquilo que deves, do tipo banca francesa
E é claro que eu me grizo, com as farpas no piso, dobra
Quando há datas sem [?] que nos deixam marcas de sobra
'Tou no ativo sem registos, não me frontem, paguem
Se passo o dia a dia no estúdio, não me contem, gravem
E se não me sentem caguem, descansem
Que eu 'tou nas calmas
E se não faço um caralho, normal, não sou das Caldas
Já tu só te escaldas na rota da verba ou nota
É o que dá viver de palas sentado na cêpa torta
Não vim p'a dar aulas, fui baldas, ficava à porta
Farpas, mocas, estalas, vincaram-me o senso a nota
Notas-me tenso, brother, chama uma porca por mensagem
Eu sei que ela não se corta
Quando eu começar a massagem
Farpas
Tou-te a dar farpas
Tou-te a dar farpas
[Skit]
[?]
Habilidade e a habilidade era aquela
[Verso 2: Blasph]
De novo, quando eu lanço a farpa tu crias larva
E a minha cena é parva (eu não acho)
Não me sinto em baixo por não ter um tacho
Porque eu relaxo, onde tu queres, encaixo
Vês com o flash do cash
Achas cool, achas nice
Eu pragadão 'tou a viver o Margem Sul Vice
Drive by's são verbais, e é aqui que tu sais
De tomares um banho com sais, yea (bitch sai daqui)
Não tragas mambos integrais, ou és servido em Negrais
Desgraçado da tua vida como o tropa que vende a [cais?]
Manda-chuvas abrigam-se dos vendavais
E é aí que eu vou aos estendais, swag dos teus pais
Meu génio é ressaca de uma aldeia nada pacata
Onde a alcateia fode a cabra
[tendo?] a sua pataca, postura barata
Magnata no voo da SATA
Eu continuo o me'mo pirata
Mas sem os sapatos da [?]
Chora nesta sonata, agora chamo p*ssy, só nata
E a gata asseada, quer ser algemada (bitch)
Vai ter que tomar uma gemada (yea)
Back in the days não me dava a snaita nem sedada
[Bridge: Blasph]
'Tou-te a dar farpas
'Tou-te a dar farpas
'Tou-te a dar farpas
'Tou-te a dar farpas
'Tou-te a dar farpas, farpas
[Skit]
"Pensas que 'tás a falar com o cabrão do teu marido?